domingo, 3 de fevereiro de 2008

enquanto os dias não passam..


Sinto saudades..

Acho que sinto saudades de mim..saudades de conversar comigo, de olhar pra dentro e entender o que realmente quero!
Acho que sei um monte de coisas a meu respeito, mas sei que considero grande parte delas desnecessárias..
Ontem, fiz uma atualização no meu orkut para colocar um monte de fotos antigas, que contam um pouco da minha vida..
Momentos de banda, de faculdade, de descobertas mil..e sabe que eu achei o máximo?

Tenho vivido um pouco, é verdade..na medida que eu gostaria de estar, e sem toda a badalação que não suporto.

Percebo que a música me persegue em todos os momentos da minha vida..em capas de cd, em vídeos do youtube, em fotos e discos, em rabiscos guardados..

Cada pedaço da minha vida tem uma música, e automaticamente um cheiro..
que pode ser cheiro de estúdio, cheiro de suor, cheiro de flor, cheiro de sangue..
pode ser mpb, pode ser rock, pode ser pop..


Cada pedacinho da minha vida, me lembra essas duas coisas..e fiz aqui um rascunho, pra vocês que acessam aqui saberem um pouco mais quem sou eu..Não fiz na ordem cronológica certa, mas sim nos fatos que aparecem primeiro na minha cabeça:



Rebirth - Angra - cheiro de macarronada e queijo ralado
Apesar de você - Chico Buarque - cheiro de madeira nova e coca - cola
Sentimental - Los Hermanos - cheiro de perfume barato
The Strokes - Reptilia - cheiro de carro limpo
Brave New World - Iron Maiden - cheiro de pneu queimado
Maybe - Janis Joplin - incenso de canela
Suspicious Mind - Elvis Presley - perfume de homem e cheiro de banco de couro
Please, mama please - cheiro de estrada, fumaça de moto, perfume que eu não sei o nome
Hoje eu tô sozinha - Ana Carolina - cheiro de strogonoff de frango e chopp de vinho
She's a maniac - Michael Sembello - cheiro de suor, de tênis, meias e parque
California Waiting - Kings of Leon - cheiro de cigarro
O rancho da goiabada - Elis Regina - cheiro de goiaba e pão de queijo
Freedom 69 - George Michael - cheiro de bolo de laranja
The silent man - Dream Theater - cheiro de desodorante axe
Tropicália - Caetano Veloso - Cheiro de papel e tinta
Perdendo Dentes - Pato Fú - cheiro de mato molhado e carvão
Chan Chan - Buena Vista Social Clube - cheiro de poeira e terra molhada
La Belle de Jour - Alceu Valença - cheiro de acarajé
A lista - Oswaldo Montenegro - cheiro de lençol novo
Johnny Rivers - Do you wanna dance - cheiro de sexo
I won't dance - Frank Sinatra - cheiro de champagne


e por aí vai..cada história lembra uma música, um cheiro, uma pessoa, uma cor..cada música passa um filme na minha cabeça..como se eu desenterrase tudo em um segundo..
Mas tem uns cheiros aí, que olha..são bons viu!De verdade!

Quanto aos anônimos, eu agradeço o comentário corajoso e cheio de personalidade!!Fique a vontade para passar aqui sempre Leonardo, e comente sempre que achar que deve..:D

Ouvindo_O ponteiro tá subindo_Camisa de Vênus (velharia da boa!)

Um comentário:

Leonardo disse...

Acho que não há muuuita necessidade de conversar com nós mesmos, isso porque nosso "outro eu" está sempre quietinho, nos observando...e ele aparece de vez em quando, despercebido, quando estamos com medo ou duvidosos de algo, ele nos mostra o que realmente queremos.

Talvez o que a gente precise mesmo é ser um pouco mais egocêntrico, afinal, muitas vezes deixamos de pensar em nós com o intuito de ajudar outras pessoas....aí o nosso "outro eu" fica esquecido...pois fazemos muito pelos outros e não sobra tempo de fazer um pouco por nós.

-----------------------------------
Dream Theater - desodorante Axe
Ana Carolina - strogonoff de frango
George Michael - cheiro de bolo de laranja


UUUAAAAAAAAUUUUU !!!!!!!!

Se você falar que Roberto Carlos te lembra uma girafa chorando eu vou acreditar....rsrsrsrs