domingo, 23 de março de 2008

fins de semana..

Meus finais de semana são sempre assim..
um tanto confusos..
ainda mais quando existe um feriado no meio deles!
porque o trabalho quase sempre não me permite viajar, ou fugir para algum lugar
com praia, ou piscina e outras coisas mais..
E aí, acaba que dá um pouco de saudade de ser normal..
de ter uma vida normal como a de todo mundo...
tipo, trabalhar de segunda a sexta, quem sabe até sábado..
sair na sexta, e poder aproveitar uma noite cair..
porque você sabe que no domingo ainda tem aquele arrego de curtir uma preguiça..
ou de ficar na cama até mais tarde..

É o preço que eu pago pra estar aqui..
o preço pra viver da maneira que eu acredito..
o preço por ser sim alguém que paga pra ver...

Não acho que é ruim..
porque afinal, todos nós temos que trabalhar...
só acho injusto comigo mesma desperdiçar alguns aninhos da minha vida..
talvez, sendo responsável demais...

Hoje, conversando com uma pessoa muito especial..
percebi que às vezes temos que pagar um preço alto para fazermos nossas escolhas
mas acho que vale a pena, e vale até o passarinho..
Porque na verdade, são essas escolhas que nos tornam diferentes...
que dão o brilho no olho...
que nos tornam especiais!

Eu escolho sempre..
pagar pra ver!
Por mais que eu tenha que me machucar..
que eu tenha que quebrar a cara...
Pagar pra ver se o gosto é bom,
se o cara é legal,
se vale a pena..
...
porque se for bom eu tô no lucro..
e se for ruim a gente tenta outra vez!

Pago pra ver se o amor era pra valer..
pago pra ver e bato no peito pra chamar de meu
assumo pro mundo meus amores e minhas derrotas
pago pra ver se dá certo morar junto
pago pra ver se um abraço não resolve o problema
pago pra ver um sorriso no rosto...ou uma lágrima no meu coração
pago pra ver a vitória ou a grande perda..
pago pra ver se a cidade é boa mesmo
pago pra ver e me arrisco, me jogo nisso que eu chamo de vida!


mas não se iluda, meu caro!
faço isso porque ainda tenho uma coisa muito preciosa chamada: tempo!

Tenho tempo, tenho a vivacidade dos meus 20 e poucos anos..
tenho a ignorância abençoada de não ter todas as respostas! (e vivas por isso!)


E me pergunto sempre:
será que mesmo pagando pra ver tudo, ainda assim me arrependerei
de coisas que eu fiz durante a minha vida?
Ou só me arrependerei das coisas que realmente não fiz..?

Serei uma mulher feliz, e vívida?
Ou serei amarga?
Dessas pessoas que se perdem depois de uma grande desilusão
e começam a achar que o problema todo, é com elas..
Dessas pessoas que perdem o brilho no olho, que estão desiludidas com
a vida, com as pessoas, com o mundo?
Serei triste e me culparei sempre pelas minhas derrotas,
jogando todas as minhas conquistas pelos ares??

Aí, vem a grande questão:

É melhor pagar pra ver?
Ou me manter segura, na inércia de tantas pessoas que ainda
têm medo da vida..

É melhor viver?
Ou dá trabalho demais?



Pois eu ainda acredito que pode ser bom, sim!
Porque é possível...
porque eu convivo com pessoas fantásticas que passaram por coisas inacreditáveis..
por dores insuperáveis..
por momentos de muita solidão e tristeza..
e que mesmo assim, ainda tem aquele olhar
incitante..
aquele quê de fome de viver, sabe?
aquele sorriso de criança
guardado, mas sempre a postos
pra gargalhar da minha primeira bobagem,
sempre dispostos a rir comigo da minha inocente ignorância..

por isso, querido..
pague pra ver!
Hoje, e sempre!


Porque tem sempre alguém pra
segurar na sua mão e dizer que é possível..
e que como eu sempre digo...

Tudo vale a pena, se sua alma não for muito pequena...





Ouvindo_Roberto Carlos_O portão

Um comentário:

Leonardo disse...

1- Olha Lu....se vc acredita que está desperdiçando aninhos da vida não entendo a razão de continuar...Se o preço é alto e vale à pena, tudo bem, agora, se há outras maneiras de você conseguir seu objetivo, sem desperdiçar seus aninhos de vida, talvez você devesse ir atrás de outra coisa.
--------------
2- Sim! Pagar pra ver...só assim a gente descobre as coisas, né?

E não se preocupe com o tempo quanto a este assunto...pois quando vc for velhinha não precisará pagar pra ver mais nada...terá conhecimento pra matar as charadas logo de cara.
----------------
3- Nosssa...Eu odeio este clichê: "Eu só me arrependo das coisas que não fiz"

Todos nós devemos nos arrepender. Precisamos reconhecer nossos erros! Pois tudo aquilo que a gente errou nos servirá de ensino para não errarmos de novo.

Mas mesmo assim, todos nós passamos por situações que não nos trouxe nada, exceto vergonha ou dor de cabeça...
-------------
4- Não é demais ver pessoas que passaram por situações adversas, muitas vezes piores que as nossas e mesmo assim ainda possuem aquele brilho no olhar, sorriso de criança e fome de viver?
-------------
5- Me dá um pedaço do seu ovo de páscoa
-------------
6- Esse texto que escreveram sobre a mulher moderna é relativo...Mesmo que pra vc pareça um absurdo, muita coisa que diz a respeito tem mulh...oopss...tem menininhas modernas que são um pouco assim

E por quê essa bronca com os homens???hahahaha....é claro que nós mudamos também com o passar dos anos...

fico feliz em saber que vc é uma mulher que não trai, não se vinga, que tá cansada de ver nós fazermos as mesmas idiotices de sempre. Que ama de igual pra igual.

Mas não é tão fácil encontrá-las, como vc imagina.

Sabe aquela estória da carroça vazia e cheia? Quando a carroça está cheia, ninguém a escuta andar, quando está vazia faz muito barulho. As pessoas também são assim...Quanto mais vazias, mais barulho fazem.

Aí com tanto barulho fica difícil encontrar as cheias.

bjão Lu!