quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Runaway



























Vem, me pega pela mão..
me ensina como é que a gente faz pra não deixar de sorrir..
vem, me tira do sério, me dá um frio na barriga, me faz arrepiar.



vem, e não demora, que o tempo é pouco e o relógio já começou a contar..
não espera anoitecer, vem correndo, quero te ver..
ouvir seu barulho ali fora...
saber que em segundos os seus lábios estarão junto aos meus..




Vem, deixa de bobagem..
hoje pode ser melhor que ontem, e ontem é foi só um ensaio para amanhã..
Esquece a hora, porque aqui eu conto os minutos..

Esquece que existe gente lá fora,
esquece que você tá atrasado, esquece que eu tenho que trabalhar..


Vamos lá, pode deixar que eu aguento..
a sua partida é só entrada de um novo começo..
sua ausência já é esperada, e creia..
eu adoro..

Assim você some..
desaparece da minha mente e eu vivo feliz do mesmo jeito..
eu canto, eu dirigo, eu corro..
e o relógio só no tic tac calmo e sereno de sempre..

mas de repente tudo muda..
o relógio, as cores, a sala, o quarto..
de repente você diz que vem..

e o sorriso no meu rosto ganha proporções gigantescas..
e aí você vem..e começa tudo outra vez..


Obrigada!







Quarta feira trancada em casa..
alguém quer vir me resgatar??



Ouvindo_ Runaway_Johnny Donald e os Patifes
(banda do caramba)

3 comentários:

Anônimo disse...

É quarta-feira ainda,já é tarde da noite,se possível fora, iria te resgatar.
Vi em seus rabiscos a imortalidade,imortalidade dos imortais da academia,a riqueza de detalhes de sua pena impressionam,grande beijo.

Jorge.

Ana disse...

A culpa da clausura foi minha... Mas eu quis ir te soltar... Você que preferiu ficar... Beijo

Anônimo disse...

Quando ninguém vier te resgatar, faça seu próprio resgate!

Uma prisioneira não tem chance de ver o sol, ouvir os pássaros, caminhar na praça ou ver o trânsito de São Paulo.

Cada qual sua beleza.....e sair para arejar a cabeça e esquecer os problemas faz tão bem...