quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Waves of choice





Nas minhas escolhas mando eu,
mando quem quiser mandar
deixo quem quiser deixar

nas minhas escolhas
todas tão indefinidas
deixo o tempo passar

e quanto mais eu me entendo
pior começa a ficar
porque mais me desconheço
e há tanto o que consertar

a mim e as tantas escolhas
certas e erradas que cometi
todas enfileiradas
me buscando como zumbi

só posso contemplar
e admitir
que o tempo é a escolha do presente
do que ficou aqui.

Ouvindo_Lily Allen_Everybody is Changing

Um comentário:

Taís e Paula disse...

Oi! A gente respondeu no twitter, é 6mesespramudar@gmail.com